CARTÃO CIDADÃO CAIXA, FGTS

Categoria: Informações

Uma coisa muito importante para todo e qualquer cidadão é poder estar sempre por dentro de seus dados pessoais como, por exemplo, poder fazer uma consulta ao FGTS, PIS e outros dados importantes. Para que isso possa ser feito de uma maneira mais fácil pelas pessoas surgiu o Cartão Cidadão Caixa.

Este Cartão Cidadão Caixa é um cartão magnético que pode ser usado tanto para verificar os seus direitos como FGTS e PIS assim como sacá-los quando tiver direito a eles. Você deve estar se perguntando a que público este cartão se destina e nós respondemos que a todos os cidadãos brasileiros.CARTÃO CIDADÃO CAIXA, FGTS

O motivo para ter um Cartão Cidadão Caixa além de ser muito mais fácil poder fazer as suas consultas ao FGTS e as quotas do PIS é que ele é bastante seguro com uso de senha pessoal. Para utilizar o seu Cartão Cidadão Caixa você só precisa de uma agência da Caixa, um terminal de autoatendimento, unidades lotéricas Caixa e Caixa Aqui.

Esse cartão é útil para você consultar o seu saldo e extrato da sua conta que está vinculada ao FGTS e também ver o saldo da quota do PIS. Há também a possibilidade de você sacar seus benefícios com esse cartão até um limite de R$ 600,00. E para as pessoas que são beneficiadas com programas sociais de transferência de renda do Governo como o Bolsa Família, Bolsa Escola e outros poderão também receber os seus benefícios através do Cartão Cidadão Caixa.

Para fazer o seu cartão você precisará estar cadastrado no PIS/PASEP, no Numero de Inscrição Social (NIS) ou então no Numero de Inscrição do Trabalhador (NIT). Tenha mais informações acessando o site da Caixa em www.caixa.gov.br/fgts/cartao_cidadao.asp. Ter acesso aos seus direitos de maneira rápida e fácil é um direito de todo cidadão brasileiro.

Leia também os artigos Relacionados

  • CARTÃO ALUGUEL CAIXA – INFORMAÇÕES
  • CAIXA CONSÓRCIOS, WWW.CAIXACONSORCIOS.COM.BR
  • CARTÃO TURISMO CAIXA, INFORMAÇÕES
  • CARTÃO CAIXA UNIVERSITÁRIO
  • WWW.FATURAZERO.COM.BR – CARTÃO CAIXA FATURA ZERO
  • Deixe o seu Comentário