Os benefícios nutricionais da erva mate

erva-mateConsumir o mate é um costume em alguns países da América do Sul, sobretudo Paraguai, Uruguai e Argentina.

Trata-se de uma infusão quente elaborada com as folhas secas e trituradas de uma planta denominada erva mate e água quente que nunca deve ser fervido. Este último não é um pequeno detalhe: se a água atinge os 100 graus centígrados a erva queima-se e o mate lava-se, isto é, perde seu sabor muito rápido.

Os costumes em torno do mate variam um pouco de acordo à região – os paraguaios, por exemplo, tomam-no também frio e o chamam “tereré” – mas esta bebida em todas suas variantes é, sem dúvidas, uma das mais consumidas pelos cidadãos destes países, muito acima de outras infusõess populares como o café ou o chá.

Mas a erva mate, além de seu rico sabor, é um excelente antioxidante. Isto significa que cumpre um papel protetor do organismo ante certas substâncias tóxicas que podem o afetar (como por exemplo metais como o chumbo ou o mercúrio).

A erva mate possui mateína, um estimulante natural similar à cafeína e que favorece a atividade nervosa, evitando a fadiga e melhorando os estados de ânimo.

Isso não é tudo: a erva mate possui minerais como o sódio, o potássio, magnésio, manganês, e vitaminas B1, B2, A e C.

Sem dúvidas, são costumes.

Leia também os artigos Relacionados

  • Erva-mate: benefícios e propriedades para a saúde
  • Feijões: benefícios, propriedades e valores nutricionais dos feijões
  • Lentilhas: benefícios e propriedades das lentilhas
  • Frutose: benefícios, efeitos na saúde e valores nutricionais
  • Pepino: Benefícios e propriedades dos pepinos
  • Deixe o seu Comentário