• Fígado gorduroso: sintomas e tratamento

    O fígado gorduroso, conhecido no âmbito como esteatose hepática, é uma doença geralmente benigna do fígado que se caracteriza pela acumulação de ácidos graxos e de triglicerídeos nas células hepáticas.

    Os sintomas do fígado gorduroso em geral costumam ser dor na parte superior direita do abdômen, mal-estar geral, fadiga crônica, e sensação de pesadez, especialmente depois das comidas.figado

    Mesmo que também é certo que existem pacientes que não têm sintomas, questão perigosa até certo ponto dado que a doença pode evoluir de maneira silenciosa a estádios mais graves.

    Há alguns anos o fígado gorduroso se relacionada com o consumo de álcool em grandes quantidades, mesmo que na atualidade cada vez são mais os especialistas que relacionam o aumento de pessoas com esta patologia com os altos níveis de obesidade, de colesterol e triglicerídeos (como abaixar os triglicerídeos altos).

    Sintomas do fígado gorduroso

    São diversos os sintomas do fígado gorduroso, mesmo que também é certo que não são todos os pacientes que apresentam sintomas. Em geral, os mais habituais tendem a ser os seguintes:

    *Dor na parte superior direita do abdômen.
    *Mal-estar geral.
    *Cansaço.
    *Fadiga crônica.
    *Perda de peso.
    *Sensação de pesadez.

    Evolução do fígado gorduroso

    Geralmente o fígado gorduroso é uma patologia benigna que tende a não evoluir a estádios mais graves da doença.

    Uma vez se detecta a aparição de fígado gorduroso (através de ecografia abdominal), se devem tomar as medidas necessárias para eliminar essa gordura no fígado, e evitar com isso que o fígado gorduroso evolua para (fígado gorduroso inflamado, aumentado de tamanho), e daí a uma possível cirrose e/ou câncer.

    Tratamento do fígado gorduroso

    Se bem não existe um tratamento definitivo para o fígado gorduroso, as recomendações básicas que se dão ao respeito passam por uma redução de peso corporal e seguir uma alimentação saudável, rica em frutas e verduras.

    A prática de exercício é adequada em todos os casos, dado que ajudamos a nosso organismo a que elimine a gordura restante do corpo.

    Uma boa opção é recorrer a um nutricionista que nos contribua uma dieta adequada para o fígado gorduroso, e que controle o peso que vamos perdendo, já que uma perda rápida de peso está associada a um maior dano ao fígado.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *